domingo, 23 de maio de 2010

II Concurso Literário - parte III

Alguns dos trabalhos premiados dos 3° anos, categoria reescrita.

Beatriz - 3° ano A

Davi - 3° ano B

Lohana - 3° ano C


Stefanny - 3° ano D


Gabriel - 3° ano E

quinta-feira, 20 de maio de 2010

II Concurso Literário - parte II

Alguns dos trabalhos premiados dos 2° anos, da categoria ilustração.

Juan - 2° ano A


Gianluca - 2° ano B


Igor - 2° ano C


Vítor - 2° ano D


Thiago - 2° ano E

quarta-feira, 19 de maio de 2010

II Concurso Literário "No mundo encantado da leitura" - 2010

Hoje realizamos a premiação da segunda edição do nosso concurso literário. O concurso foi criado em 2009 como uma forma de incentivo à leitura e para distrubuição dos livros remanescentes do ano anterior do programa Minha Biblioteca.

Este ano organizamos o concurso em três categorias:
2° anos: Ilustração
3° anos: Reescrita
4° anos: Produção de texto

A abertura do evento foi feita pela diretora Joelma que falou sobre a importância da leitura e leu o poema "Viajar pela leitura", de Clarice Pacheco.
Ouvimos e cantamos a música "Brincar de ler", do grupo Palavra Cantada.


No período da manhã, os alunos do 4° ano A também leram o poema "Leitura: essência da sabedoria", de Carlos Soares.

Apresentei a proposta de cada ano e o processo de seleção dos trabalhos. Ressalto aqui novamente que todos os alunos estão de parabéns, os trabalhos realizados estavam muito bons e não foi fácil selecionar os vencedores. Também agradeço aos professores pela colaboração durante esse processo. No total foram 84 alunos premiados. Parabéns!


O vídeo "Brincar de Ler" foi retirado do site do Instituto Ecofuturo.

terça-feira, 18 de maio de 2010

3° anos - Trabalhando com Carta

No final 1° bimestre, também nos 3° anos, inicamos o trabalho com o gênero "carta" que terá continuidade neste bimestre.
Começamos o trabalho lendo alguns trechos selecionados por mim previamente das cartas de Pero Vaz de Caminha e Padre José de Anchieta e conversando sobre eles.
Dessa leitura surgiu um interesse dos alunos para saber mais a respeito dos indíos e da cultura indígena. Como eles me fizeram perguntas como: se índios comiam gente, se ainda andavam pelados e se não tinham vergonha, se sabiam escrever, se viviam na Amazônia. Então numa aula posterior li para eles alguns trechos de livros do escritor Daniel Munduruku e discutimos a respeito das questões levantadas.
Retomamos o trabalho, lendo trechos do livro Felpo Filva, da Eva Furnari, onde um coelho, poeta e escritor, que vive muito solitário, recebe uma carta diferente de uma de suas leitoras comentando um de seus poemas e a partir daí passa a se comunicar com ela.


Neste momento, estamos lendo e conhecendo melhor a estrutura de cartas do leitor das revistas Recreio e Ciência Hoje das Crianças.

Palavras, palavrinhas & palavrões

Nos terceiros anos (EF 8 anos), um dos nossos trabalhos iniciais foi a leitura do livro "Palavras, palavrinhas & palavrões, da Ana Maria Machado. Esta leitura foi solicitada pelos próprios alunos, pois havia um trecho desta história no livro didático de Português e eles ficaram curiosos em conhecer a história toda. Fica a dica do livro para quem não conhece!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Atividade realizada em duplas em que os alunos do 2° ano (EF 8 anos) pesquisaram as expressões com que eram iniciados os contos. Depois compartilharam e compararam suas descobertas com a turma.

domingo, 2 de maio de 2010

2º anos - Trabalhando com Contos tradicionais

Neste 1º bimestre, iniciei o trabalho com "Contos tradicionais" nas turmas de 2º ano (EF 8 anos), através das atividades propostas nos novos Cadernos de apoio e aprendizagem, realizados por SME em parceria com a Fundação Padre Anchieta.
Os cadernos propõem um trabalho em parceria entre as professoras regentes e a POSL (no caso, eu).
Na primeira história, Chapeuzinho Vermelho, uma versão dos irmãos Grimm, logo no início da nossa conversa um aluno falou: "Essa história está errada...A Chapeuzinho não leva um potinho de manteiga para a vovó e o lobo não come a Chapeuzinho". Exploramos as outras diferenças que apareciam em relação à versão conhecida por eles e expliquei o que era uma "versão" de uma história.
Na segunda leitura, Branca de Neve, também dos irmãos Grimm, eles já falavam "essa versão é diferente da que a gente conhece". O momento da conversa sobre a história foi bem interessante. Uma turma quis fazer perguntas sobre morte, após um aluno ter perguntado o que era um caixão (na história, a Branca de Neve é colocada num caixão de vidro). Queriam saber como os mortos eram colocados dentro do caixão, se animais como ratos e morcegos comiam a pele e só sobrava o osso, se era verdade que as pessoas podiam ser queimadas em vez de enterradas e um aluno também perguntou: "Não é verdade que as pessoas são enterradas no microtério?".
Também surgiram questões sobre porque não neva aqui em São Paulo. As hipóteses deles foram: porque aqui faz mais calor que nos lugares onde neva e por causa do aquecimento global. Nossa conversa rendeu bastante a partir das hipóteses deles tanto sobre a morte quanto sobre a neve. Ao falar sobre a história, os alunos já mostravam conhecimento das características do gênero, identificando os elementos marcantes dessas características.
Na semana passada inicamos o empréstimo de livros de contos tradicionais para serem lidos em casa com a família, o que daremos continuidade nesta semana. Aos pais leitores deste blog, conto com vocês para este incentivo à leitura!
O trabalho em parceria está acontecendo de maneira muito produtiva e aos poucos vou compartilhando por aqui. Nos próximos posts falarei um pouco sobre o trabalho com os 3º e 4º anos.
Boa semana a todos!